Skip to main content

Câncer de mama


Prevenção, rastreamento e diagnóstico

Prevenção

Não existe uma maneira absoluta de prevenir o câncer de mama. Porém, existem coisas que você pode fazer para reduzir o risco de vir a ter câncer de mama, particularmente em termos de peso, atividade física e estilo de vida em geral e, possivelmente, até mesmo da sua dieta.

Quanto à atividade física, manter um estilo de vida saudável e ativo é essencial. Não fume, limite (ou elimine) o consumo de álcool e coma alimentos saudáveis, evitando os que não forem saudáveis. Essas opções de estilo de vida podem ajudar a reduzir o risco do câncer de mama. Alimentar-se bem e ser ativa também a ajudará a manter um peso saudável, já que o fato de ser obesa ou estar acima do peso está associado a um risco mais elevado de câncer de mama.

A American Cancer Society publicou um eBook, Nutrition and Physical Activity for Cancer Prevention (Nutrição e atividade física para a prevenção do câncer), que você pode ler para obter informações muito mais detalhadas sobre as relações entre nutrição, atividade física e prevenção do câncer.

Você também deve se tentar evitar a exposição a coisas que, sabidamente, causam câncer, como radiação e determinados produtos químicos e poluentes ambientais.

Por outro lado, não existe uma maneira garantida para prevenir o câncer de mama; portanto, permaneça alerta e verifique regularmente a existência dos sinais e sintomas do câncer de mama.

E se você tiver risco elevado de câncer de mama?

Se você tiver uma probabilidade maior do que a usual para ter câncer de mama — por exemplo, se tiver algum dos fatores de risco de câncer de mama — existem várias decisões que você pode tomar com seu médico que ajudarão a reduzir o risco de câncer de mama.

Por exemplo, você poderá decidir tomar determinados medicamentos receitados que, comprovadamente, reduzem o risco de câncer de mama, embora esses medicamentos também tenham seus próprios efeitos colaterais e riscos. Alternativamente, se o risco de ter câncer for muito alto, você poderá optar por uma cirurgia preventiva para a remoção das mamas.

Rastreamento

Com a idade, o risco de câncer de mama nas mulheres aumenta. Devido a esse risco, depois que você atingir uma determinada idade, seu médico poderá recomendar que você faça exames regulares para a detecção de câncer de mama. O rastreamento é um exame que verifica e constata se você tem qualquer indicação de câncer de mama, mesmo se você não sentir ou apresentar, no momento, quaisquer sintomas. Médicos e pesquisadores acreditam que o rastreamento, da mesma forma que a mamografia, pode ajudar na detecção do câncer de mama no estágio inicial, quando é mais fácil combatê-lo.

A American Cancer Society fornece diretrizes que indicam quando o rastreamento para câncer de mama deve ser iniciado.10  Porém, as recomendações para rastreamento também variam com base nos fatores de risco e nas crenças e na prática do seu médico. Portanto, é recomendável verificar com seu médico a ocasião em que você deverá iniciar o rastreamento.

Diagnóstico

Para diagnosticar o câncer de mama, a maioria dos médicos começa por um exame completo para descobrir quaisquer sinais e sintomas que você possa apresentar. Ele também tentará descobrir o máximo possível sobre seu histórico de saúde e o da sua família para descobrir quais são seus fatores de risco. Se o médico determinar que você pode ter câncer de mama, vários exames poderão ser usados para diagnosticá-lo. Na maioria das vezes, você será submetida a um procedimento denominado biópsia de mama, em que será removido um pequeno pedaço do tecido da mama da região suspeita para examiná-lo e verificar se é câncer.

Existem vários tipos diferentes de procedimentos para biópsia de mama. A diferença entre eles está relacionada à maneira como o médico acessará e removerá o tecido da região suspeita e o volume de tecido que será removido.

Em cada "biópsia guiada por imagem", os médicos usarão um equipamento de imagem para guiá-los até a região suspeita para removerem um pequeno pedaço de tecido da mama com uma agulha de biópsia. É usada anestesia local (medicamento anestésico temporário aplicado diretamente à região submetida à biópsia) para tornar o procedimento o menos doloroso possível.

  • Em uma biópsia de mama guiada por ultrassonografia, os médicos usam um equipamento de ultrassonografia para ajudar a guiar a agulha para a região suspeita.
  • Em uma biópsia estereotáxica de mama e em uma biópsia de mama guiada por tomossíntese (também conhecida como "tomo" ou mamografia 3D) é usado um equipamento de raios X para ajudar a guiar a agulha para região suspeita.
  • Em uma biópsia de mama guiada por RM, os médicos usam um equipamento de RM para ajudar a guiar a agulha para a região suspeita.

Outros tipos de biópsia se assemelham a cirurgias típicas com anestesia geral (medicamentos usados para colocá-la em sono profundo para que você não sinta dor durante a cirurgia)14 , em que os médicos cortam a pele diretamente para remover parte do tecido suspeito da mama. Em uma biópsia aberta, os médicos cortam todo ou parte do tecido mamário suspeito diretamente. Esse tipo de biópsia é similar ao que consideramos cirurgia, pois os médicos "abrem" mais a pele do que em outros tipos de biópsia.

Após a biópsia, os médicos analisarão o tecido da mama que foi removido para determinar se é câncer.

E, na maioria dos casos, se somente parte da região suspeita tiver sido removida, provavelmente será colocado um pequeno marcador metálico de tecido mamário no local da remoção do tecido. Esse marcador ajudará os médicos a encontrar o local exato posteriormente, se precisarem remover mais tecido.


Referências

  1. http://www.webmd.com/breast-cancer/default.htm (WebMD: Breast Cancer Health Center)
  2. http://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/breast-cancer/home/ovc-20207913 (Mayo Clinic: Breast Cancer)
  3. http://www.cancer.gov/about-cancer/understanding/statistics (National Cancer Institute: Cancer Statistics) and http://seer.cancer.gov/statfacts/html/breast.html (National Cancer Institute: SEER Stat Fact Sheets: Female Breast Cancer)
  4. http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs297/en/ (World Health Organization: Cancer Fact Sheet)
  5. https://medlineplus.gov/ency/article/000913.htm (MedlinePlus: Breast Cancer)
  6. http://www.cancer.gov/types/breast/hp (National Cancer Institute: Breast Cancer—Health Professional Version)
  7. http://www.cancer.gov/types/breast (National Cancer Institute: Breast Cancer—Patient Version)
  8. http://www.cancer.org/cancer/breastcancer/index (American Cancer Society: Breast Cancer)
  9. http://www.cancer.org/cancer/breastcancer/detailedguide/breast-cancer-risk-factors (American Cancer Society: Breast Cancer Risk Factors)
  10. http://www.cancer.org/healthy/findcancerearly/cancerscreeningguidelines/american-cancer-society-guidelines-for-the-early-detection-of-cancer (American Cancer Society: Guidelines for the Early Detection of Cancer)
  11. http://www.cancer.org/cancer/cancerglossary/index (American Cancer Society: Cancer Glossary)
  12. https://www.cancer.gov/about-cancer/diagnosis-staging/staging (National Cancer Institute: Staging)
  13. http://www.cancer.org/cancer/breastcancerinmen/detailedguide/breast-cancer-in-men-key-statistics (American Cancer Society: Breast Cancer in Men Key Statistics)
  14. https://medlineplus.gov/ency/article/007410.htm (MedlinePlus definition of general anesthesia)